Do digital para o impresso

As peculiaridades de cada suporte Você já deve ter lido diversos testemunhos sobre os desafios de transpor determinados livros impressos para o formato digital, certo? Algumas obras podem ser mais complexas de acordo com o conteúdo ou peculiaridades de projeto gráfico. Um exemplo interessante é o da obra de Gógol sobre a qual o Antonio … Ler mais

Dicas de preparação de e-books para Amazon

No processo de produção de livros digitais, como já mencionado anteriormente, nem sempre a mesma linha de código terá uma mesma visualização nos diferentes aplicativos e dispositivos de leitura. No caso da Amazon, no entanto, não estamos lidando só com uma questão de renderização diferente dos códigos: se trata de outro formato de livro digital … Ler mais

Notas e Regex: um casamento perfeito <3

Nos livros digitais, as notas são elementos que sempre precisarão ser adaptados. Num impresso, há duas formas principais de organizá-las: no rodapé das páginas (de modo que o leitor pode visualizá-las imediatamente após se deparar com a indicação numérica) ou numa seção específica no final do livro (o leitor passa as páginas e checa a … Ler mais

“Mas como eu me meti nisso?”, respondeu o editor

Vamos repetir pela terceira vez: a profissão do editor é muito especializada. Não só porque o seu trabalho se concentra em um grupo específico de atividades, mas também porque acabamos criando uma afinidade maior com alguns gêneros, temáticas ou produtos: ficção ou não ficção, didáticos ou YA, fantasia ou estatística, livros de referência ou mercado … Ler mais

Entrevista com Jason Merkoski

Estamos às vésperas do 5º Congresso Internacional CBL e uma de suas palestras mais esperadas é a de Jason Merkoski, autor de Burning The Page e o primeiro technology evangelist da Amazon. Nosso contato com o autor iniciou-se à época do lançamento de seu livro. Gentilmente, Jason nos respondeu a algumas perguntas que publicamos aqui … Ler mais

“E eu com isso?”, disse o editor

Terminei a faculdade há pouco tempo. A maior parte da minha experiência no mercado é como estagiária. Mas acredito que, talvez, essa imaturidade sirva um bocado para pensar o livro eletrônico. Isso porque, ao mesmo tempo em que consolido minhas capacidades profissionais, acompanho os desenvolvimentos e desdobramentos do novo formato, inserindo-o na minha rotina como … Ler mais

A produção do livro digital: para além da mecânica dos botões

Como foi explicado no meu artigo anterior, não existe um botão mágico que automaticamente gera um livro digital. A produção de um e-book é composta por diversas etapas, cada uma associada a um programa diferente, todas elas exigindo certo grau de conhecimento técnico. À medida que se compreende a complexidade e a heterogeneidade dessas etapas, … Ler mais