Produtos, bens, serviços e e-books

Primeiro veio o livro. Depois, criou-se o e-book. E, como muitos de vocês já devem ter percebido, ainda é comum que o e-book não seja visto como livro, necessitando de “algo mais” para que sua existência se justifique. Essa discussão, que não é nova e, ainda assim, está longe de estar encerrada, traz para nós … Ler mais