Distribuidoras de livros digitais: o que está por trás de um caminhão de entrega?

Há quase dois anos e meio, publiquei um artigo aqui no qual eu contava como, para surpresa das pessoas em geral e também das que dividiam comigo uma rotina de trabalho na editora Rocco, meu trabalho NÃO consistia em apertar botões que magicamente transformavam livros impressos em e-books. Expliquei no meu texto que, para fazer … Ler mais

Omnichannel, Internet das Coisas e livrarias sci-fi

-Omnichannel- is a buzzword that describes a survival strategy.

Vou ser bem sincera, nas primeiras vezes que escutei o termo omnichannel não compreendi muito bem a diferença dele para o que já chamavam de multichannel ou até cross channel. Fiquei um tempo fazendo pesquisas do termo e diferentes cases para compreender melhor, e a conclusão a que cheguei foi de que o termo é … Ler mais

Audiobook: nem tão novo e nem tão esquecido

audiobook

Os audiobooks estão vagando o mundo desde a década de 1970 e, no entanto, despertam menos curiosidade no mercado editorial do que seus primos e-books. Com um desenvolvimento tecnológico extremamente rápido, tivemos, em menos de 50 anos, audiobooks em cassetes, LPs, CDs, MP3 e agora via streaming em serviços de assinatura como o da brasileira … Ler mais

Bibliomundi, novo player no mercado brasileiro

bibliomundi

Na FLIP de 2015, como já mencionado em outro texto, a plataforma Bibliomundi foi anunciada, criando muita expectativa no mercado. Os ex-Xeriph, Raphael Secchin e Pedro Lopes, enxergaram a oportunidade de atender autores autônomos que procuravam vender seus e-books em livrarias nacionais e decidiram encabeçar este projeto, que acabou se tornando uma plataforma mais robusta … Ler mais

O fim de um tipo de livraria

Pesquisando textos sobre o fim da Livraria Leonardo da Vinci¹, encontrei uma constante referência aos famosos livros de colorir e/ou de autoajuda.  A opinião geral parece acreditar que o fim das livrarias no Rio de Janeiro se dá em função da má formação literária do público que investe em livros “fáceis” e desconhece a verdadeira … Ler mais

Autopublicação – as maravilhas e agruras de cada plataforma

Para quem quer publicar e-books de modo independente no Brasil, há muitas opções, desde as plataformas mais conhecidas – como o Kindle Direct Publishing (KDP), da Amazon, o Kobo Writing Life (KWL), da Kobo, e o iTunes Connect, da Apple, para ficar naquelas que têm interface em português – até iniciativas locais que começam a … Ler mais

Nova planilha de uploads da Kobo, o que muda?

Se você é responsável pelos envios de e-books às lojas, deve ter recebido, recentemente, um e-mail da Kobo avisando que, a partir de 1º de fevereiro (2015), os uploads via FTP que utilizam a planilha XLS/XLSX devem ser feitos a partir do novo template, a versão 4 da planilha de metadados e que, atenção, após … Ler mais