Autopublicação – as maravilhas e agruras de cada plataforma

Para quem quer publicar e-books de modo independente no Brasil, há muitas opções, desde as plataformas mais conhecidas – como o Kindle Direct Publishing (KDP), da Amazon, o Kobo Writing Life (KWL), da Kobo, e o iTunes Connect, da Apple, para ficar naquelas que têm interface em português – até iniciativas locais que começam a … Ler mais

Ode ao colofão no e-book

(eu sei, isso tá com a maior cara de post institucional chapa-branca. Mas prometo que não é. Só que também não posso prometer que é um texto tão prático quanto os que costumam aparecer por aqui) Lembro que quando o Hermida me contou que os e-books da Cosac tinham colofão, eu tive que segurar uma … Ler mais

Porque um código bom é um código limpo

Antes de qualquer coisa… Este artigo não tem pretensões de ensinar HTML ou CSS, mas de mostrar sua lógica de funcionamento e apontar o porquê de um código limpo e bem estruturado ser importante. Dito isso, seguimos: O que você precisa saber sobre o código é o seguinte: ele é importante e quase tudo relacionado … Ler mais

“O que fazer, então?”, indagou o editor

Ok, acho que já deixei bem claro que o editorial precisa se envolver com o setor de e-books. Agora vamos começar a pensar em como você pode mudar a sua rotina para inserir os livros eletrônicos nela. ATENÇÃO! Este post está sob a perspectiva de uma pessoa que trabalha sobretudo com livros de literatura de … Ler mais

E então veio a Amazon…

Créditos da imagem: http://www.fotos.ntr.br/fotos-de-dambo/ No final de agosto, um dia antes da Bienal de São Paulo, a Amazon estreou as vendas de livros físicos no Brasil. Com a atrativa campanha de marketing “Leia Enquanto Enviamos”, descontos agressivos, frete grátis para compras a partir de R$69,00 e políticas de entregas em um dia útil para pedidos … Ler mais

Relações de dependência

Nos últimos meses, grande parte das notíciais sobre e-books se concentravam na disputa da Amazon com a editora Hachette e, apesar do foco ser o desenrolar de um evento pontual, em muitos momentos a discussão se tornou um pouco mais abrangente, questionando o papel das editoras no mercado e as relações que são traçadas no … Ler mais

Departamento para livros digitais – 0.1

Já há algum tempo tencionava escrever sobre modelos de departamentos e suas rotinas. Minha ideia inicial era descrever como se deu a criação dos departamentos digitais da Zahar e da Cosac, os principais erros e acertos do processo. Amadurecendo essa ideia, junto ao time do Colofão, resolvemos fazer uma série de artigos sobre implementação de … Ler mais