Omnichannel, Internet das Coisas e livrarias sci-fi

-Omnichannel- is a buzzword that describes a survival strategy.

Vou ser bem sincera, nas primeiras vezes que escutei o termo omnichannel não compreendi muito bem a diferença dele para o que já chamavam de multichannel ou até cross channel. Fiquei um tempo fazendo pesquisas do termo e diferentes cases para compreender melhor, e a conclusão a que cheguei foi de que o termo é … Ler mais

Bibliomundi, novo player no mercado brasileiro

bibliomundi

Na FLIP de 2015, como já mencionado em outro texto, a plataforma Bibliomundi foi anunciada, criando muita expectativa no mercado. Os ex-Xeriph, Raphael Secchin e Pedro Lopes, enxergaram a oportunidade de atender autores autônomos que procuravam vender seus e-books em livrarias nacionais e decidiram encabeçar este projeto, que acabou se tornando uma plataforma mais robusta … Ler mais

BISAC: para que serve e como usar

Book Industry Study Group

Já falamos anteriormente sobre metadados, por aqui e ali. Dessa vez, no entanto, gostaria de dar uma dica bem prática sobre como melhor preencher o metadados de seu livros. O exemplo escolhido é um que vejo que muitas editoras brasileiras não andam prestando tanta atenção: o cadastro de categorias. Nas players estrangeiras como Amazon, Apple, … Ler mais

O fim de um tipo de livraria

Pesquisando textos sobre o fim da Livraria Leonardo da Vinci¹, encontrei uma constante referência aos famosos livros de colorir e/ou de autoajuda.  A opinião geral parece acreditar que o fim das livrarias no Rio de Janeiro se dá em função da má formação literária do público que investe em livros “fáceis” e desconhece a verdadeira … Ler mais