Cobrar do colaborador é fácil… mas, ops!, me esqueci de pautá-lo

https://pixabay.com/en/paper-leaf-font-old-antique-leave-623167/

No mundo dos livros, acho que é raro o assistente editorial que não faz freela de texto. Especialmente quem está começando. A maior motivação, claro, é o dinheiro. Pensando no médio prazo, no entanto, o maior benefício do freela é o networking. Se você faz um bom trabalho, seu nome é indicado para alguém que … Ler mais

Eu queria ser tradutor, mas só me passam copidesque

As 25 pessoas na minha frente estavam ali porque queriam ser tradutoras. Muitas delas tinham interesse em fazer tradução para o mercado editorial. Existe todo um glamour em torno da figura do tradutor, sobretudo o literário. Quando comecei a trabalhar em editora, todo mundo perguntava “Ah, você traduz?” e complementava com um “Que legal!” antes … Ler mais