Distribuidoras de livros digitais: o que está por trás de um caminhão de entrega?

Há quase dois anos e meio, publiquei um artigo aqui no qual eu contava como, para surpresa das pessoas em geral e também das que dividiam comigo uma rotina de trabalho na editora Rocco, meu trabalho NÃO consistia em apertar botões que magicamente transformavam livros impressos em e-books. Expliquei no meu texto que, para fazer … Ler mais

Solucionando problemas de fontes em 3 passos

Como já falamos em alguns momentos por aqui (em especial aqui, aqui e aqui), muitas vezes as fontes tipográficas que chegam ao departamento de livros digitais para serem utilizadas na produção dos e-books apresentam erros que são aparentes exclusivamente na versão digital do livro. Caracteres faltando, acentos incorretos ou até mesmo letras trocadas são alguns … Ler mais

Dicas de edição de fontes no InDesign

Em posts anteriores do Colofão, as questões das fontes tipográficas já foram bastante discutidas. Explicamos como editar as fontes e demos algumas dicas de como lidar melhor com elas ao longo da produção dos e-books, só para citar dois exemplos. Mas manipular fontes é um trabalho recorrente na minha rotina de produção de livros digitais, … Ler mais

A experiência de leitura da Pelican Books

Em maio de 2014, a Penguin Random House relançou o seu antigo selo Pelican, que em 1987 havia interrompido suas publicações após 47 anos de existência. Tal acontecimento – o surgimento de um novo selo ou coleção – é relativamente corriqueiro no mercado editorial e poderia passar despercebido até mesmo para as pessoas que trabalham … Ler mais

Índice remissivo em e-books

No texto desta semana irei falar sobre um assunto quase sempre ignorado quando se analisa a produção de livros digitais: o índice remissivo. Trata-se de excelente exemplo de um recurso que funciona melhor no livro digital do que no impresso. Em ambos os casos, e por definição, o índice remissivo (que também pode ser chamado … Ler mais

Pense nos detalhes – Parte 2

Como foi dito pelo Josué de Oliveira no texto aqui publicado há uma semana, o diabo mora nos detalhes. Tais detalhes, quando estamos produzindo um livro digital, são tão numerosos que podemos imaginar a morada do dito cujo como um castelo. Ou pelo menos uma mansão cheia de cômodos, dentro dos quais ele consegue espalhar … Ler mais

As capas e suas gradações de cores nas telas e-ink

Apesar de lidarmos frequentemente com livros digitais compostos apenas de textos, toda a produção de um e-book envolve a adaptação de pelo menos uma imagem: a capa. Muitas vezes se trata de uma adaptação bastante simples, porém é fundamental não esquecermos a importância desta imagem, pois de modo geral ela é o primeiro contato que … Ler mais