Resultado da pesquisa sobre hábitos de leitura

Baixe como e-book

No dia 2 de abril, publicamos o artigo Leitura digital (Lúcia dos Reis) e, ao fim deste, uma breve pesquisa sobre hábitos de leitura. Tivemos 295 respostas e, antes de seguirmos com os resultados, gostaríamos de agradecer a todos que cederam seu tempo respondendo ou compartilhando nosso breve questionário. Muito obrigado mesmo, não esperávamos tantas respostas em tão pouco tempo!

Agradecimentos devidamente feitos, vamos aos resultados.

q1

  • Faixa etária: A maioria dos leitores digitais tem entre 21 e 25 anos (nessa faixa etária, apenas 14 disseram não ler digitais). Na faixa de 0-15, das 11 respostas que tivemos, 7 não leem digitais, e os que leem utilizam PDF. Todos disseram ler apenas conteúdo gratuito – o que pode ser reflexo de a maioria das lojas trabalharem basicamente com cartão de crédito como forma de pagamento e de esta ser uma faixa que costuma ser dependente financeira.
    q2


q3

  • Entre os que falaram que preferem e-books (ou só leem digitais), a maioria das respostas fica entre as faixas 21-25 (13 respostas) e 31-35 (15 respostas), concentrando os leitores digitais na faixa de 21 a 35 anos de idade.

q4q4b

  • O conteúdo gratuito ainda supera todas as lojas individualmente:

q5-1

q5-2

  • Onde esses e-books estão sendo lidos? A maioria, em dispositivos dedicados de leitura, os e-readers, com o computador vindo em segundo lugar, surpreendentemente, à frente dos tablets (mesmo na soma iPads / Androids).

q6-1

q6-2

  • Grande parte das respostas apontam para apps não vinculados a nenhum player.

q7-1

q7-2

  • E, nos formatos, acho que está um dos dados mais interessantes: o ePub ganha apenas por um nariz do PDF, embora alguns não saibam em que formato estão lendo. Resumo da ópera: o PDF ainda é bastante usado1. A resposta PDF relaciona-se diretamente com pessoas que leem conteúdo gratuito.

q8-1

q8-2

Para baixar o PDF com o resultado, clique aqui.


1 Não apenas pelos dados apontados aqui, mas também pelo que ouvimos de amigos e conhecidos que ainda recorrem amplamente ao PDF, principalmente, para estudo.

escrito por Colofão

Colofão

Deixe um comentário